Arquivo da tag: Mario Monicelli

PROJETO RAROS APRESENTA “A MOÇA COM A PISTOLA”!

Monica Vitti em A Moça com a Pistola

Nesta sexta-feira, às 20h na Sala P.F. Gastal da Usina do Gasômetro, o Projeto Raros retorna homenageando um dos grandes ícones da comédia italiana, Mario Monicelli, com a exibição de “A Moça com a Pistola” (La Ragazza Con La Pistola / 1968).

Durante os anos sessenta, Assunta (Monica Vitti) é uma típica habitante de um vilarejo siciliano onde imperam rígidas e arcaicas tradições familiares. Após ser raptada, seduzida e abandonada por Vincenzo (Carlo Giuffrè), Assunta é obrigada pela família a lavar sua honra com sangue. Munida com uma velha pistola ela empreenderá uma incansável perseguição ao amante fugitivo; sua busca a levará até a Inglaterra, em plena efervescência da Swinging London. Os conflitos culturais entre a modernidade de uma metrópole inglesa e um vilarejo da Sicília colocam Assunta em situações cômicas e inusitadas, que afetarão sua visão de mundo, assim como sua relação com os homens que cruzam seu caminho. Monica Vitti brilha intensamente no papel da histérica, atrapalhada e obstinada moça em busca de vingança. Como bem observou o crítico francês Luc Moullet, “a musa de Antonioni, nunca esteve mais à vontade que sob a direção de Monicelli”.

Após anos de luta contra um câncer, Mario Monicelli cometeu suicídio em novembro de 2010, aos 95 anos de idade, saltando da janela de um hospital em Roma. Deixou como legado obras que marcaram época e definiram um estilo peculiar que influenciou as comédias italianas, um humor cruel, estridente e repleto de melancolia, que pode ser visto em filmes como Os Eternos Desconhecidos (1958), O Incrível Exército de Brancaleone (1966), e Meus Caros Amigos (1975). 

A Moça com a Pistola (La Ragazza Com La Pistola/ Itália / 1968), de Mário Monicelli. Com: Monica Vitti, Carlo Giuffrè, Stanley Baker. PROJETO RAROS, SALA P.F.GASTAL,  SEXTA DIA 27, 20H, ENTRADA FRANCA.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Comédia, Divulgação, Humor, humor negro

NESTA SEMANA A MORTE ANDA SEM SENSO DE HUMOR: R.I.P MARIO MONICELLI (1915-2010)

Ao saltar da janela do hospital San Giovanni em Roma, onde estava internado para o tratamento de um câncer, Monicelli, aos 95 anos, não praticou um simples suicídio, seu ato, paradoxalmente,  foi a afirmação de uma filosofia de vida. Anárquico até o final, ele pregou uma peça em Dona Morte, o italiano fanfarrão decidiu ele mesmo a hora de sair de cena.  Addio maestro!

MARIO MONICELLI (1915-2010)

O INCRÍVEL EXÉRCITO DE BRANCALEONE (1966)

OS ETERNOS DESCONHECIDOS (1958)

BRANCALEONE NAS CRUZADAS (1970)

CAROS AMIGOS (1975)

 

PARENTE É SERPENTE (1992)

 

Um dos momentos mais hilários de Caros Anigos (1975)

 

3 Comentários

Arquivado em R.I.P