Arquivo da tag: Alfred Hitchcock

COM A PALAVRA… ALFRED HITCHCOCK!

Alfred Hitchcock (1899-1980)

“Ver um assassinato na televisão pode ajudar as pessoas a se livrarem gradualmente de seus conflitos. E se você não tem nenhum conflito, os comerciais te darão alguns.”

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Clássico, Com a palavra, Diretores, Frases

A SALA P.F. GASTAL CELEBRA OS 50 ANOS DE PSICOSE

“Ver um assassinato na televisão pode ajudar as pessoas a se livrarem gradualmente de seus conflitos. E se você não tem nenhum conflito, os comerciais te darão alguns.” (Alfred Hitchcock)

  A Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar) coloca em cartaz a partir do dia 7 de setembro, terça-feira, no horário das 17h, o clássico Psicose (Psycho), de Alfred Hitchcock, que está comemorando seu 50º aniversário de lançamento em 2010 (em Porto Alegre, Psicose estreou no dia 25 de agosto de 1960, dois meses após sua première nos Estados Unidos, em 16 de junho).
         Tido como um dos mais influentes filmes da história do cinema, Psicose marca o ápice da carreira de Alfred Hitchcock. Além de ser encarado como uma obra-prima repleta de sequências antológicas (sendo a principal delas o assassinato no chuveiro), Psicose foi o maior sucesso de bilheteria do mestre do suspense. Estrelado por Anthony Perkins, Janet Leigh, Vera Miles e John Gavin, o filme acompanha o trágico destino da heroína Marion Crane (Leigh) num quarto do Bates Motel, administrado pelo tímido Norman Bates (Perkins) e sua misteriosa e autoritária mãe. Um filme onde cada elemento funciona à perfeição, da fotografia em preto e branco de John L. Russell aos créditos de abertura de Saul Bass, tudo embalado pela trilha sonora eletrizante de Bernard Herrmann. Em 1998, Psicose seria refilmado quadro a quadro pelo cineasta Gus Van Sant, e o resultado seria uma irregular releitura desse filme mítico, que agora, por ocasião de seu cinquentenário, poderá ser (re)descoberto pelos cinéfilos na tela grande.

2 Comentários

Arquivado em Clássico, Mostras, Suspense